logo

12/5/2018 08:58

Gastos com cartão corporativo crescem 11% em 2018 após Temer anunciar corte de gastos

0 0 0 0

Enquanto o governo se empenha no discurso de corte de gastos, as despesas do Executivo com cartão corporativo subiram 11,7% em 2018.



De janeiro a abril deste ano os valores desembolsados pela União atingiram R$ 14,1 milhões, contra os R$ 12,628 milhões pagos no mesmo período do ano passado.

O cartão corporativo é utilizado para agilizar o pagamento de despesas menores, sigilosas ou eventuais do governo federal.



Dados levantados pelo Poder360 no Portal da Transparência mostram o Ministério do Planejamento como o campeão de gastos no 1º quadrimestre de 2018.

O órgão, que encabeça a discussão sobre responsabilidade fiscal, gastou R$ 4,520 milhões nos 4 primeiros meses do ano. O crescimento é de 146,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando R$ 1,8 milhão foram pagos.

Dentro do Planejamento, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é a unidade que puxa a elevação das cifras. Foram gastos 149,2% a mais neste ano do que no passado. Os dados mostram que R$ 4,490 milhões foram desembolsados nos 4 primeiros meses de 2018.

De acordo com o IBGE, o aumento de despesas se deve à realização do Censo Agro 2017. O trabalho começou em outubro de 2016 e está na fase final. Foram contratados cerca de 18 mil agentes de pesquisa. Eles visitaram mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários no país.

“Essa operação, totalmente prevista e planejada em nosso orçamento, foi coordenada justamente por nossas unidades estaduais. Isso também implicou em diversas despesas que foram quitadas através dos cartões corporativos dos coordenadores do Censo Agro“, disse o instituto em nota.

O IBGE realiza censos demográficos e agropecuários desde 1940. O de 2017 foi o 10º censo agropecuário. De acordo com eles, o controle de gastos é realizado rotineiramente. “Não há despesas que estejam fora de nosso controle porque nosso orçamento é restrito“, explicaram.

OS CAMPEÕES
A Presidência da República ocupa a 2ª posição no ranking de gastos com cartão corporativo. O órgão desembolsou R$ 3,541 milhões em 2018 , cifra 8,1% inferior ao verificado nos 4 primeiros meses do ano passado.

No topo da lista, aparecem ainda os ministérios da Justiça e Segurança Pública, desmembrados neste ano, (R$ 2,222 milhões), Ministério da Educação (R$ 1,083 milhão) e Ministério da Defesa (R$ 527 mil).

GASTOS SIGILOSOS
Do total das despesas do governo, 62,8% estão em uma caixa preta. O percentual corresponde a R$ 8,857 milhões gastos com o cartão corporativo e que são desconhecidos.


O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.

Clique aqui para entrar em nosso grupo de Facebook

Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Moro vai ao Ratinho para mentir mais, teremos mais vazamentos da Vaza Jato hoje?



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


19233 visitas - Fonte: poder360

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians