logo

13/5/2018 08:57

MPF notifica Globo por racismo: nova novela se passa na Bahia, onde 79% da população é negra, sem negros no elenco

0 0 0 0

Na véspera do 13 de Maio, a Rede Globo foi notificada pelo Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ) pela ausência de negros na novela “Segundo Sol” que será exibida a partir de segunda-feira (14).



Em novembro de 2017, a Globo se viu num escândalo de racismo protagonizado pelo jornalista William Waack disse “é preto, coisa de preto” sobre buzinaço durante um ao vivo nas eleições dos EUA. Após a repercussão negativa do caso, o âncora do Jornal da Globo foi substituído pela jornalista Renata Lo Prete.

A emissora foi alvo de uma ação civil pública foi ajuizada na quarta (10), em Salvador, pela União de Negros pela Igualdade (UNEGRO) por práticas discriminatórias e racistas.



Na representação, a UNEGRO alega que a nova novela global não expressa em seu elenco a realidade da sociedade soteropolitana e baiana, já que a imensa maioria dos atores e atrizes é formada por brancos, enquanto que Salvador, onde a novela é ambientada, é composta por 85% de negros e negras.

O MPT-RJ, acatando a ação, recomenda à Globo 14 ações, dentre as quais, “assegurar a participação de atores e atrizes negros e negras” e promover a “representação étnico-racial da sociedade brasileira, especialmente em cenários de população predominantemente negra”. A Globo terá dez dias para implementar as recomendações.

“A prática racista, (…), na verdade, não atinge apenas aos baianos e às baianas. Antes, fere a toda uma população e porque não dizer à sociedade brasileira, haja vista que, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – PNAD-IBGE, a população brasileira estimada no ano passado, 2017, era de 205 milhões e 500 mil habitantes, sendo que os negros representam hoje a maioria, ou seja, cinquenta e cinco por cento, muito embora esse percentual na Bahia seja mais elevado (quase 80%)”, diz a petição assinada pelo advogado Egberto Magno.

O advogado da UNEGRO pede na ação, caso não cumpra eventual decisão judicial, que a Globo seja multada em R$ 1 milhão por dia, valor a ser revertido em inserções de publicidade de caráter educativo sobre a questão racial a serem exibidas nos intervalos da novela “Segundo Sol” e produzidas pela parte autora da ação.

O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.

Se você quer Lula Livre, CLIQUE AQUI e entre no grupo do WhatsApp pró-Lula

Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


18210 visitas - Fonte: Esmael Morais

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians