logo

16/6/2018 19:52

Após 4 meses de intervenção militar no RJ, tiroteios aumentam 36%, roubos e assassinatos também aumentaram

0 0 0 0

O Observatório da Intervenção fez um balanço dos quatro meses de intervenção militar no Rio de Janeiro, a partir dos números do Fogo Cruzado, laboratório de dados sobre violência. Com um decreto publicado no dia 16 de fevereiro deste ano, do governo de Michel Temer, o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, assumiu a segurança pública do Rio.



“Passados 120 dias da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, megaoperações policiais e militares se sucedem, cada vez maiores, com resultados pouco expressivos”, diz o balanço. De fevereiro a maio, houve 444 mortes por policiais e 39 agentes morreram. O número de tiroteios teve um aumento expressivo passando de 2355 nos quatro meses pré-intervenção para 3210 nos últimos quatro meses.



Já o número de roubos aumentou em 5% e houveram 1794 homicídios dolosos, entre eles o de Marielle, que até hoje não foi solucionado. Quando pedirem Intervenção Militar, mostre estas estatísticas.

O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.



MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

26490 visitas - Fonte: Revista Fórum

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians