logo

9/9/2018 21:10

Bolsonaro foi esfaqueado, mas quem morreu foram Alckmin e Marina

0 0 0 0

Por Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania - Não faltou quem dissesse que o ataque que quase matou o extremista de direita Jair Bolsonaro “mudará a eleição”. Essa premissa sobre “mudar” a eleição pode ter mil e um significados, mas o pretendido pelos seus propagadores é o de que Bolsonaro sairia (eleitoralmente) mais forte desse ataque.



A análise não procede cem por cento, mas não dá para acreditar que nada aconteça nas intenções de voto após um episódio como esse. Alguma coisa Bolsonaro irá lucrar.



Mas quem achar que alguém deixará de votar no candidato do PT para votar em Bolsonaro só porque ele foi esfaqueado, não está nem conseguindo raciocinar direito. O eleitorado de Lula – e, por extensão, de seu candidato, caso não possa concorrer – tem crescido consistentemente apesar da maior campanha difamatória já movida contra um brasileiro. Não votará em alguém que prega violência só por esse alguém ter sido alvo daquilo que prega.

O eleitorado de Ciro Gomes, idem. É composto de gente com cérebro.

Mas o que ganha Bolsonaro, então?

Se Bolsonaro extrair algum lucro do raríssimo ato de violência do qual foi vítima – ele costuma ser autor, só que de violências verbais -, certamente será de um eleitorado descerebrado como os de Alckmin e Marina…

Por que os eleitores de Alckmin ou de Marina são descerebrados? Porque apoiam candidatos que poderão prejudicá-lo.

Senão, vejamos:

1 – Alckmin é um Michel Temer com punhos de renda. Liderou a adesão do PSDB ao governo Temer e é responsável por excrescências como a cada vez mais odiada reforma trabalhista, que está empobrecendo legiões de brasileiros trazendo de volta subempregos que na era PT tinha deixado de existir.

2 – Marina Silva quer aderir ao neoliberalismo de Temer e Alckmin, aliou-se a Aécio Neves na última eleição presidencial e nunca criticou malfeitos de Temer como a reforma trabalhista, o teto de gastos, a terceirização indiscriminada, enfim, tudo que está afundando o Brasil.

Os eleitores de Alckmin e Marina estão muito mais sujeitos a votar em um energúmeno como Bolsonaro porque é tão estúpido que não percebe que a política econômica do tucano e da ambientalista aprofundaria o empobrecimento do povo que está em curso no Brasil.

Pode-se dizer, enfim, que Bolsonaro foi esfaqueado, mas quem faleceu foram as candidaturas de Marina e, sobretudo, de Alckmin. Esses já podem pegar o boné e irem para casa. O segundo turno será disputado por Lula/Haddad e Bolsonaro – civilização contra barbárie.

Será emocionante, além de ser assustador que alguém como Bolsonaro chegue tão longe.

1.00 « - + » x


O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.



MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

10962 visitas - Fonte: Brasil247

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians