logo

10/9/2018 22:26

Rejeição a Bolsonaro sobe 4 pontos após facada e sua derrota no segundo turno aumenta

0 0 0 0

O Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor responde em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:



Bolsonaro: 43%
Marina: 29%
Alckmin: 24%
Haddad: 22%
Ciro: 20%
Cabo Daciolo: 19%
Vera: 19%
Eymael: 18%
Boulos: 17%
Meirelles: 17%
João Goulart Filho: 15%
Amoêdo: 15%
Alvaro Dias: 14%



Rejeita todos/não votaria em nenhum: 5%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 6%

Em relação à pesquisa anterior, a variação da taxa de rejeição foi a seguinte: Bolsonaro, de 39% para 43%; Marina, de 25% para 29%; Ciro, de 23% para 20%; Alckmin, de 26% para 24%; Haddad, de 21% para 22%.

Para piorar, Bolsonaro piorou em todos os cenários do segundo turno, exceto contra Marina, onde a diferença diminuiu para "apenas" 6 pontos. Contra Ciro Gomes e Alckmin a diferença aumentou e contra Haddad, uma tragédia: Bolsonaro estava 9 pontos na frente e agora está 1 ponto atrás. E a pesquisa indica que 50% da população não conhece Haddad.

O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

11526 visitas - Fonte: g1

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians