logo

11/7/2019 10:14

Moro reaparece ao lado de general e comemora Previdência

0 0 0 0

Desaparecido desde seu desastroso depoimento sobre a Vaza Jato na Câmara, em 2 de julho, Sérgio Moro reapareceu na noite desta quarta-feira (10) com um tweet em que comemorou a vitória do governo na votação do fim da Previdência, alinhando-se ao coração econômico do governo Bolsonaro; além disso postou uma imagem simbólica, com uma conotação ameaçadora: uma foto da visita que recebeu do general Villas Bôas, que ameaçou o STF publicamente em abril e setembro de 2018, caso a Corte acolhesse um habeas corpus a favor de Lula e, depois se o Supremo autorizasse a candidatura do ex-presidente; o general voltou a ameaçar o STF novamente logo após a Vaza Jato.



Villas Bôas é o mais destacado líder do Exército, apesar de sua doença grave (ele tem esclerose lateral amiotrófica - ELA). Nomeado comandante do Exército em fevereiro de 2015 por Dilma Roussef, cumpriu papel similar ao do general chileno Augusto Pinochet que, nomeado pelo então presidente Salvador Allende comandante do Exército daquele país, comandou o golpe militar de 1973. Villas Bôas não precisou movimentar suas tropas, mas foi o fiador do golpe parlamentar contra Dilma e depois ameaçou o STF explicitamente por duas vezes, contra Lula.

Por seu papel no golpe e na eleição de Bolsonaro -que a ele atribiuiu sua vitória- ganhou um cargo importante no Palácio do Planalto, no Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Se não fosse por sua doença, seria ministro.



Villas Bôas está em campo para garantir Moro no cargo e, mais uma vez, ameaçando o STF. Dois dias depois das primeira revelações da Vaz Jato, mostrando a conspiração da operação da Lava Jato contra o país e Lula, o general lançou mais um de seus tweets sombrios: "“Momento preocupante o que estamos vivendo, porque dá margem a que a insensatez e o oportunismo tentem esvaziar a operação lava a jato, que é a esperança para que a dinâmica das relações institucionais em nosso país venham a transcorrer no ambiente marcado pela ética e pelo respeito ao interesse público. Expresso o respeito e a confiança no Ministro Sérgio Moro.”

Veja a seguir o tweet de Moro com o encontro de ontem, o de Villas Bôas em apoio ao ex-juiz e a celebração pelo fim da Previdência Social:







Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Facções criminosas e milícias comemoram decisão de Toffoli sobre Flávio Bolsonaro:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


2049 visitas - Fonte: Brasil247

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians