logo

20/4/2017 18:10

Temer vai punir e cortar verba de deputado que votar contra a Reforma da Previdência

Matéria do Estadão informa que diante de sinais de rebelião no Congresso, a cúpula do governo endureceu o tom e decidiu cobrar dos ministros que enquadrem as bancadas “infiéis”, sob pena de ficarem insustentáveis nos cargos. O Palácio do Planalto quer agora que os partidos mais divididos fechem questão para conseguir aprovar a reforma da Previdência. Os parlamentares que desrespeitarem a ordem correm risco de punição.



O PMDB deve ser o primeiro a dar o exemplo. Depois de mostrar infidelidade em votações consideradas mais leves, como a da terceirização e a do requerimento de urgência, na terça-feira (18/4), para a reforma trabalhista, o partido do presidente Michel Temer sofre cada vez mais pressão do Planalto.

“FeRR), presidente do PMDB. Interlocutores de Temer observam que, com a estratégia, os parlamentares poderão dizer aos eleitores que foram obrigados a seguir diretriz do partido para aprovar as mudanças na aposentadoria.

MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

474159 visitas - Fonte: siempre.net.br

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians