logo

12/1/2018 15:59

Delegado ligado a Aécio acusado de esquentar provas ilegais é promovido pela PF de Temer

O delegado da Polícia Federal Márcio Adriano Anselmo vai para Brasília, assumir a Divisão de Repressão aos Crimes Financeiros (DFIN), uma das mais importantes unidades na estrutura da corporação.



Anselmo é tido como o responsável pela origem da Lava Jato. Em 2013, iniciou a operação que mirava a lavagem de dinheiro da família do ex-deputado federal José Janene (PP-PR), morto em 2010, e do doleiro Alberto Youssef.

Prendeu no dia 19 de junho de 2015 o empreiteiro Marcelo Bahia Odebrecht, em São Paulo, e conduziu os inquéritos contra o ex-presidente Lula.



Em depoimento, Meire Poza, contadora de Youssef, falou que Anselmo a orientou a não procurar advogado e o acusa de ter esquentado provas obtidas ilegalmente.

Depois da promoção de Erika Marena, delegada que participou da desastrada operação que culminou no suicídio do reitor da UFSC, agora é a vez de Anselmo ser promovido.

Quer subir na vida na PF? Basta estuprar a democracia

MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

8721 visitas - Fonte: -

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians