logo

13/2/2018 08:21

TSE libera corrupção nas eleições 2018

Decisão permite caixa dois, mas apenas a candidatos ricos

0 0 0 0

O Tribunal Superior Eleitoral, comandado agora pelo ministro Luiz Fux, decidiu permitir em até 100% o autofinanciamento eleitoral, agora que as doações de empresas estão proibidas.



Há apenas um valor limite para cada cargo, de acordo com a norma publicada no último dia 2. O Tribunal pode mudar o entendimento no máximo até o dia 5 de março, prazo limite para que publique todas as regras das eleições.

Os candidatos ao Planalto, por exemplo, podem gastar até R$ 70 milhões do próprio bolso. Quem concorre ao governo do Estado, até R$ 21 milhões, a depender do Estado. Quem disputa o cargo de deputado federal pode bancar até R$ 2,5 milhões, e a estadual, até R$ 1 milhão.



A decisão é desastrosa, uma vez que favorece candidatos milionários, algo que foi possível observar na eleição municipal de 2016, quando 23 milionários se elegeram prefeitos de grandes cidades no primeiro turno. Um em cada 5 prefeitos eleitos naquele ano é milionário.

Concorrentes que não tenham dinheiro pessoal para gastar contarão apenas com o dinheiro público para campanhas, cuja divisão será definida por cada partido. O PSB vai tentar reverter a decisão do TSE no Supremo, porque entende que, na prática, o Tribunal Eleitoral não colocou limite para o autofinanciamento.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.

Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

ASSISTA: Thiago dos Reis mostra que corrupção de Bolsonaro pode ser maior do que se imagina:


O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


17328 visitas - Fonte: Brasil247

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians