logo

15/6/2021 14:51

Vídeo: Ex-Polegar Alan Frank fraturou a coluna vertebral em acidente na motociada de São Paulo

0 0 0 0

3678 visitas - Fonte: Tupi FM

O médico Alan Frank, de 48 anos, que ficou conhecido por ter feito parte do grupo Polegar, explicou pros seus seguidores no Instagram o acidente que sofreu no último final de semana e que o fez ficar internado. O oftamologista foi atropelado durante a motociata em apoio ao presidente Jair Bolsonaro e sofreu fraturas na coluna, tendo que ser internado no Hospital Israelita Albert Einstein, o mesmo onde ficou quando teve Covid-19 e chegou a ser intubado.



Alan participou de um café da manhã com Bolsonaro, no Campo de Marte, e durante a partida de motociclistas do local, ficou um pouco para trás do grupo com que estava e dos batedores. “Na hora da saída tinha um monte de gente, e aí, no começo da Rodovia dos Bandeirantes, tinha um motociclista com uma mulher na garupa na minha frente. Ele se desequilibrou e começou a andar em zigue-zague. Vi que ele ia cair e fui reduzindo a velocidade”, explicou Alan.

O médico contou que a moto então caiu na sua frente e ele desviou, mas com o grande número de veículos. “Já estava quase passando quando outra moto bateu em uma das rodas da moto caída no chão, fazendo com que a outra roda dela batesse na minha motocicleta. Aí eu caí”, lembra o médico.



Como não estava correndo, Alan não se machucou na queda, mas na hora em que ia se levantar, uma terceira motocicleta o atropelou. “Ela bateu com a roda nas minhas costas e uma outra ainda bateu de raspão”, diz. “Me levantei e até deveria ter ficado deitado, agi errado. Mas era muita gente e tinha uma grande risco (se ficasse deitado). Eu sentia muita dor e não conseguia levantar a moto. Um rapaz me ajudou e tentei voltar pelo primeiro retorno, que estava interditado. Fui até o segundo, mais para frente (na rodovia). Fui para casa, deixei a moto na garagem, peguei o carro e fui para o hospital”, contou.

Alan diz que não imaginava que tinha fraturas e que sua maior preocupação era com o rim, já que o local ficou bastante roxo. “Eu sentia muito dor”, conta. “Não devia ter saído de casa, ou devia ter ficado só no café da manhã. Foi uma fatalidade. Custou caro e podia ter custado ainda mais caro”, desabafou ele, lembrando que ficou preocupado ao saber que tinha fraturado a coluna. “É um local problemático, que você corre o risco de ter sequelas, de ficar paraplégico, dependendo da fratura. Mas graças a Deus dei sorte. Meu ortopedista é muito bom, já operou outras pessoas da família. Tive o mesmo tipo de fratura de Neymar e vou ter que ficar um mês sem trabalhar”, explicou ele em entrevista para a Revista Quem.

Alan teve alta no início da tarde desta segunda-feira (14).



Veja o post:



Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.


O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians