logo

16/7/2017 09:52

Em 232 páginas de condenação, Moro não citou nenhuma das 72 testemunhas que inocentaram Lula

Todos os testemunhos foram ignorados e desqualificados

Trecho do embargo dos advogados de Lula a Moro: "O real conteúdo da prova testemunhal colhida durante a instrução processual — foram 73 testemunhas ouvidas em 24 audiências — foi verdadeiramente ignorado por este juízo." Mais a frente: "O juízo tratou de desqualificar a testemunha sem ter qualquer razão efetiva para tanto — com alegações que nem o órgão acusador trouxe aos autos."



O juiz Sérgio Moro, em 232 páginas, não citou nenhuma das 72 testemunhas que inocentaram o ex-presidente. Citou apenas Léo Pinheiro, que após inocentá-lo várias vezes e ter sua delação premiada negada, delatou Lula usando como prova dois tickets de pedágio, e terá sua pena reduzida para meros 2 anos de prisão.


MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

66051 visitas - Fonte: -

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians