logo

11/11/2017 09:15

Presidente do TRF4 diz que julgará Lula antes da eleição para que ele não dispute

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, afirmou na noite dessa sexta-feira, 10, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ter o recurso contra sua condenação julgado até agosto, isto é, em tempo hábil para que a candidatura de Lula à Presidência da República seja impedida em caso de manutenção da condenação.



"Minha expectativa inicial é que até agosto do ano próximo o Tribunal já estaria em condições de julgar este processo. É um interesse da própria nação e dos réus envolvidos", avaliou Lenz. Apesar de rechaçar a pressão, o desembargador disse saber que "teremos as eleições mais importantes dos últimos anos, e o país estará muito vigilante".

A declaração foi dada durante evento realizado em Curitiba para que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin recebesse a comenda Barão do Serro Azul, prêmio concedido pela Associação Comercial do Paraná (ACP).

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator do processo na 8ª turma do TRF4, também crê que "talvez seja possível julgar antes das eleições". Ele ressalta, porém, que não há uma previsão definida para o julgamento.



"O que posso dizer é que o Ministério Público entregou recentemente o parecer dele para mim e agora o processo vai seguir seu andamento normal. Eu vou analisar os autos, oferecer o relatório e encaminhar ao revisor", declarou.

MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht

26418 visitas - Fonte: Brasil247

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians