logo

22/9/2020 20:24

Secretária que Damares demitiu denuncia ilegalidades no Ministério

0 0 0 0

8964 visitas - Fonte: Carta capital

Sandra foi demitida após seu nome e o de seu marido, o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, aparecerem em relatório da Polícia Federal

A ex-secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos Sandra Terena denunciou suspeitas de ilegalidades em um convênio assinado pela pasta da ministra Damares Alves.


Sandra foi demitida após seu nome e o de seu marido, o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, aparecerem em relatório da Polícia Federal

A ex-secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos Sandra Terena denunciou suspeitas de ilegalidades em um convênio assinado pela pasta da ministra Damares Alves.


A ex-integrante do governo foi demitida nesta segunda-feira 21 após seu nome e o de seu marido, o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, aparecerem em relatório da Polícia Federal no inquérito que trata dos atos antidemocráticos.

Assim que soube da sua demissão, Sandra encaminhou um ofício à assessoria especial de Controle Interno do Ministério denunciando as suspeitas.

Segundo divulgou a revista Crusoé, Sandra afirma que uma associação que tem convênio com o Ministério estaria ligada “a uma série de Organizações da Sociedade Civil defendidas e representadas por uma única pessoa, com 18 CNPJs diversos e com várias emendas na pasta, o que poderia representar uma situação de ilegalidade de malversação de recurso público”.


Ainda segundo o documento, a equipe técnica da Secretaria comandada por Sandra Terena teria apurado que a sede da associação seria um pequeno imóvel que “não condiz com o volume de recursos encaminhados”.

A presidente da entidade, Mafra Merys Ribeiro Lima Paz de Carvalho, teria utilizado o nome do Ministério “de forma ilícita para captar tais recursos em benefício próprio, fato que é de ciência da Polícia Legislativa do Congresso Nacional”.


No ofício, Sandra Terena registra que se reuniu com Damares antes de elaborar o documento. O encontro, segundo ela, ocorreu na quinta-feira, 17.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CARLUXO PODE SER PRESO E JAIR ESTÁ DESESPERADO!!!



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians