logo

15/4/2019 23:07

Professora acusada de ’doutrinação ideológica’ é presa no Instituto Federal de Goiás

0 0 0 0

A professora Camila Marques foi detida pela Polícia Civil de Goiás, na manhã desta segunda-feira (15), no campus de Águas Lindas do Instituto Federal de Goiás (IFG). Camila, que é coordenadora-geral do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) teria impedido os policiais de entrarem na sala de aula para interrogar alunos que teriam feito denúncias sobre supostas ameaças recebidas por eles, segundo informações iniciais obtidas pela Fórum.



Ao impedir que a polícia entrasse na sala de aula, Camila, que já vinha sofrendo perseguição por “doutrinação política” foi levada à delegacia da cidade, onde teria sido autuada por desacato à autoridade.



Segundo informações da página do Sinasefe no Facebook, o advogado Bruno Conti acompanhou o depoimento de Camila, que foi liberada por volta das 13h10. Ela teve que asdinar um termo para ser liberada. E

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Vaza Jato é uma BOMBA SEM TAMANHO - Dallagnol pediu dinheiro público a Moro, que aceitou:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


8331 visitas - Fonte: Revista Fórum

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians