logo

25/6/2019 21:14

Lewandowski escancara que Celso de Mello negou liberdade porque réu era Lula

0 0 0 0

Do blog Agora no Brasil do Globo:

Após ter votado a favor do primeiro pedido de liberdade do ex-presidente Lula (há dois em julgamento na Segunda Turma nesta terça-feira), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski sugeriu que, se fosse outro preso, o resultado da votação poderia ser outro.



Durante o voto do ministro Gilmar Mendes, que votou contra o pedido, Lewandowski criticou criticou o julgamento no STJ que não abriu a possibilidade de os advogados de Lula fazerem sustentação oral frente aos ministros. Esse caso é objeto do primeiro pedido de liberdade julgado hoje.



— Não sei se é porque o paciente ou o réu é uma determinada pessoa, mas eu me lembro que aqui inúmeras vezes em circunstâncias análogas, quando houve uma lesão a esse direito fundamental que é o da participação do advogado em julgamento, inclusive com sustentação oral, com prévia intimação, quantos e quantos processos anulamos porque o advogado não foi intimado? Até esqueço quantos, tão grande foi o número — disse Lewandowski.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Facções criminosas e milícias comemoram decisão de Toffoli sobre Flávio Bolsonaro:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


19284 visitas - Fonte: diário do centro do mu

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians