Com fim da perícia, PF diz que joias sauditas dadas a Bolsonaro valem mais de R$ 5 milhões

Portal Plantão Brasil
8/6/2023 18:56

Com fim da perícia, PF diz que joias sauditas dadas a Bolsonaro valem mais de R$ 5 milhões

0 0 0 0

1746 visitas - Fonte: G1

A Polícia Federal concluiu a perícia nas joias apreendidas pela Receita Federal com integrantes de uma comitiva do governo Jair Bolsonaro em outubro de 2021. De acordo com os peritos, o conjunto está avaliado em R$ 5,1 milhões.

Os itens de luxo foram dados de presente pelo governo da Arábia Saudita para a então primeira-dama Michelle Bolsonaro. Um assessor do ex-ministro Bento Albuquerque (Minas e Energia) tentou entrar com os itens no Brasil, no Aeroporto de Guarulhos, sem declará-los à Receita, o que é ilegal.

O conjunto da marca Chopard estava em uma caixa de couro, revestida de veludo, e continha um colar de ouro branco com dezenas de pingentes, todos cravejados em diamantes. Um par de brincos, um anel e um relógio de pulso, todos feitos em ouro e pedras preciosas, também estavam na caixa.

A GloboNews apurou que os peritos da PF analisaram mais de duas mil pedras e também checaram a qualidade do ouro presente nas peças.

Um perito da PF foi pessoalmente à loja central da Chopard, em Genebra, na Suíça, para apurar com mais exatidão o que chamam de "valor artístico" das joias.

O valor de R$ 5,1 milhões corresponde a cerca de um terço da estimativa de 3 milhões de euros, ou R$ 16,5 milhões, que circulou em março de 2023, quando o caso foi revelado pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

Investigação

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o caso e os envolvidos podem ser denunciados pelo crime de peculato, que é praticado quando um funcionário público usa o cargo para tentar se apropriar de um bem que não é seu. A pena é de 2 a 12 anos de prisão, e multa.

Em abril, Bolsonaro prestou depoimento à PF sobre o caso. Ele negou irregularidades e disse que soube das joias um ano depois da apreensão, mas que não se lembra quem o avisou sobre a existência dos itens.

Em 29 de dezembro de 2022 – às vésperas do fim do governo Bolsonaro e um dia antes de o então presidente da República embarcar para os Estados Unidos –, um sargento da Marinha foi enviado em voo oficial pelo gabinete de Bolsonaro ao Aeroporto de Guarulhos para tentar pegar as joias, mas não conseguiu.

Outros pacotes de joias

Além do conjunto que foi retido pela Receita Federal, outros dois pacotes de joias dados de presentes a Bolsonaro foram entregues pela defesa do ex-presidente à Caixa Econômica Federal.

-Um conjunto, também com relógio, joias e abotoaduras em ouro, que chegou ao Brasil com a mesma comitiva em 2021 mas não foi barrado.
-E um terceiro pacote, com um relógio Rolex, uma caneta da marca Chopard prateada; um par de abotoaduras em ouro branco, com um brilhante cravejado no centro; um anel em ouro branco com um diamante no centro e outros em forma de “baguette” ao redor; e uma masbaha (um tipo de rosário árabe), feito de ouro branco e com pingentes cravejados em brilhantes. Esse conjunto foi recebido em 2019.



Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians