logo

9/9/2016 18:59

Temer quer flexibilizar definição de trabalho escravo, ou seja, liberá-lo

0 0 0 0

O “governo” Temer vem discutindo a flexibilização de leis trabalhistas, isso é perigoso porque abre portas para uma série de perdas de direito e ainda coisas mais graves como a revisão das normas que tratam sobre trabalho em condições análogas à escravidão.

O “governo” Temer vem discutindo a flexibilização de leis trabalhistas, isso é perigoso porque abre portas para uma série de perdas de direito (como o fim do seguro-desemprego para demissões sem justa causa) e ainda coisas mais graves como a revisão das normas que tratam sobre trabalho em condições análogas à escravidão.


Isso mesmo, trabalho escravo. Segundo informações do Jornal O Globo, o governo recebeu na semana passada um documento da CNI (Confederação Nacional da Indústria) pedindo que seja revogada a portaria que dispõe sobre trabalho escravo. Para a CNI, a lei tem conceito “bastante subjetivo, utilizando expressões vagas como jornada exaustiva e condições degradantes, o que dá margem a caracterizações arbitrárias”. Pra bom entendedor, fica bem claro quais são os desejos do patrão.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Lava Jato mostra desespero atacando filho de Lula que já foi inocentado pela PF:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


5247 visitas - Fonte: Alerta Social

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians