logo

19/11/2019 07:43

Toffoli ´recuou´ porque já conseguiu o que queria

0 0 0 0

Publicado originalmente no blog Tijolaço: http://www.tijolaco.net/blog/o-que-quer-toffoli-no-julgamento-do-coaf-mp/

O que quer Toffoli no julgamento do Coaf-MP?

POR FERNANDO BRITO



Os despacho de ontem à noite do presidente do STF, devolvendo à Unidade de Inteligência Financeira (leia-se Coaf) os relatórios que havia exigido – mas não aberto – cria um suspense para o julgamento do caso, nesta quarta feira.

A impressão geral é de que Toffoli se acoelhou e recuou. E parece, ainda mais por ter feito isto depois das, ainda que fracassadas, manifestações moristas de domingo.



Tenho lá minhas dúvidas, e não por achar que Toffoli seja homem de coragem e enfrentamento, o que está a anos-luz dele.

E é justamente por isso que penso que não é bem assim.

Não creio que o conteúdo das investigações tenha sido o alvo da ordem dada por Tóffoli.

Para mim, desde o início, a ideia era produzir um abalo com a quantidade e a informalidade com que estas informações eram repassadas ao Ministério Público.

A isso, desde o início, o lavajatismo reagiu tratando o caso como uma invasão do STF sobre o sigilo bancário de centenas de milhares de pessoas.



Curioso, já que este mesmo sigilo estaria, com tais relatórios, exposto a eles.

Mas não é: é de quem quebra e de como quebra os sigilos de centenas de milhares de pessoas.

Em resumo, a mim parece que Tofolli seja maneiroso, um homem de chicanas e articulações, que vai moldando suas posições à medida das circunstâncias.

Foi assim no caso das ações sobre presunção de inocência, inventando a estapafúrdia “prisão em terceira instãncia”, com condenação no STJ, depois abandonada, por incongruente, no julgamento final. E depois, quase se desculpando pelo voto que libertava Lula, acenando com uma impossível modificação de cláusula pétrea pelo Congresso.

Lembremo-nos que tudo na Justiça, hoje, deixou de ser convicção e passou a ser negociação.

Por isso mesmo, quando ele assume os riscos e a polêmicas de decisões como as que tomou, é de supor que já tivesse cuidado de ter uma maioria a respaldá-lo e que isso vise a alguma coisa diferente de dizer que tudo está sendo feito regularmente, ao amparo da lei.



Os alvos de Tofolli e dos ministros a que ele se articulou não são os investigados pelos relatórios do Coaf, mas os agentes – deles e do Ministério Público – que avançaram sem ordem judicial sobre o sigilo bancário.

A começar pelo lavajatismo.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Lava Jato mostra desespero atacando filho de Lula que já foi inocentado pela PF:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


3354 visitas - Fonte: TIJOLAÇO

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians