logo

14/5/2019 11:19

Justiça aposta em delação premiada no caso Queiroz e Flávio Bolsonaro

0 0 0 0

Não foi gratuita a estratégia de quebrar o sigilo bancário de tantos funcionários do antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, para além dos sigilos do próprio Flávio e de Fabrício Queiroz.



São dois os objetivos dos investigadores do caso.

Primeiro, tentam descobrir fluxos de dinheiro que vinham passando despercebidos aos olhos do Ministério Público, e o possível envolvimento de outros funcionários na rachadinha.



Também miram nos peixes pequenos do suposto esquema, que, ameaçados, possam se interessar por uma delação premiada.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Lula sabe que será solto, seu novo Habeas Corpus não dá outra saída ao STF:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


3276 visitas - Fonte: Época

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians