logo

24/5/2019 10:17

Após Brexit fracassar várias vezes, primeira-ministra da Inglaterra renuncia

0 0 0 0

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, anunciou na manhã desta sexta (24) que deixará a liderança do Partido Conservador no dia 7 de junho, abrindo caminho para uma troca no comando do país nos próximos meses.



A corrida para sucedê-la no comando do Partido Conservador (e, por extensão, do país) deve durar entre seis e oito semanas e só começará por volta de 10 de junho. Até que esse processo termine, May seguirá no cargo primeira-ministra.

O ex-prefeito de Londres Boris Johnson, defensor de um brexit duro, talvez até sem acordo com a UE, é dado como favorito para sucedê-la.



Em pronunciamento na sede do governo, em Londres, ela disse lamentar não ter conseguido finalizar o processo da saída britânico da União Europeia, o brexit, e afirmou ter sido uma honra ser a segunda mulher a ocupar o posto de chefe de governo, "mas não a última".

Ela foi as lágrimas no fim de seu discurso, ao afirmar que tinha sido a maior honra de sua vida ser a segunda mulher a ocupar o cargo —Margaret Thatcher foi a primeira.

May assumiu o posto em julho de 2016, depois da renúncia de David Cameron, fragilizado pelo resultado surpreendente do plebiscito sobre o brexit, um mês antes.

Depois de um ano e meio de negociações, ela conseguiu, no fim de 2018, fechar um acordo com a UE para o desligamento do Reino Unido do consórcio europeu, mas ele foi rejeitado três vezes pelo Parlamento em Londres.

No processo, ela resistiu a duas moções de desconfiança, uma delas submetida por seus próprios colegas de partido.

OPINIÃO THIAGO DOS REIS: Uma derrota histórica para a extrema-direita, que conseguiu aprovar o Brexit na base de fake-news e tem medo de fazer outro plebiscito pois menos de 48 horas após a aprovação do Brexit mais de 30% dos que votaram a favor já haviam se arrependido do voto. Bolsonaro devia seguir o exemplo e pedir pra sair.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Os negócios sujos de Paulo Guedes abafados por Moro e Dallagnol:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


2196 visitas - Fonte: Folha

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians