Quatro cidades provisórias serão montadas no RS para abrigar mais de 77 mil desabrigados

Portal Plantão Brasil
16/5/2024 17:13

Quatro cidades provisórias serão montadas no RS para abrigar mais de 77 mil desabrigados

0 0 0 0

267 visitas - Fonte: Plantão Brasil

O governo do Rio Grande do Sul, empenhado em oferecer um lar temporário digno para as mais de 77 mil vítimas das enchentes que atualmente se encontram em abrigos, está planejando a construção de quatro cidades provisórias em Canoas, Guaíba, Porto Alegre e São Leopoldo. A informação é do jornal O Globo.

"Temos pouco tempo para montar. Logo teremos o exaurimento de alguns locais. Na semana que vem vamos iniciar a contratação. Até amanhã (sexta) vamos ter o descritivo das estruturas temporárias necessárias. É mais rápido contratar um serviço de montagem dessas estruturas. É como se fosse uma estrutura de eventos com qualificação para albergar pessoas", explicou o vice-governador Gabriel Souza, em entrevista à Rádio Gaúcha.

As cidades de Canoas, Guaíba, Porto Alegre e São Leopoldo foram selecionadas devido ao elevado número de desabrigados em cada uma delas. O objetivo é oferecer um ambiente que garanta não apenas abrigo, mas também condições mínimas de dignidade e conforto para as famílias afetadas.

Segundo o vice-governador, as cidades provisórias contarão com diversas facilidades, incluindo espaço para crianças e animais de estimação, lavanderia coletiva, cozinha comunitária, dormitórios e banheiros. Essas estruturas são essenciais para garantir o bem-estar das pessoas enquanto necessitarem desse apoio.

Com informações do Brasil 247

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians