logo

20/11/2019 17:42

Toffoli dá giro de 180 graus e sinaliza voto que pode continuar investigação do caso Queiroz

0 0 0 0

Dias Toffoli deu um giro de 180 graus em seu voto e acatou o recurso extraordinário do Ministério Público Federal no caso do ‘posto de gasolina’, sem citar a liminar de Flávio Bolsonaro.



Ou seja, anulou a decisão do desembargador José Marcos Lunardelli, que havia tornado ilegal o uso de dados da Receita na condenação do casal Hilario e Toyoka Hashimoto pelo crime de sonegação.



Na conclusão de seu voto, Dias Toffoli disse ser “constitucional” o “encaminhamento (pela UIF) à Receita Federal, havendo prévio procedimento fiscal, das informações bancárias” dos contribuintes, assim como, para o Ministério Público, da representação fiscal para fins penais – exatamente o caso do posto de gasolina.

OPINIÃO PLANTÃO BRASIL: Ninguém entendeu o voto de Toffoli. Nem os próprios ministros. A princípio o voto abre caminho para que outros ministros defendam a continuação da investigação de Flávio e Queiroz, mas não se sabe o que acontecerá.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Lava Jato mostra desespero atacando filho de Lula que já foi inocentado pela PF:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


1356 visitas - Fonte: O Antagonista

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians