logo

13/8/2019 21:07

Facebook, Google e Apple escutam conversa dos usuários

0 0 0 0

O Facebook pagou funcionários terceirizados para transcrever arquivos de áudio dos usuários do aplicativo Messenger, disse a agência Bloomberg nesta terça-feira (13). A agência afirmou que recebeu a informação de pessoas que foram contratadas para realizar o serviço, mas que precisavam permanecer anônimas para não perder os empregos.



A rede social confirmou ao G1 que estava transcrevendo o áudio dos usuários e disse que abandonou a prática. "Assim como a Apple e o Google, interrompemos a revisão humana de áudios", disse o Facebook em posicionamento.



De acordo com a reportagem, as pessoas contratadas para fazer a transcrição dos áudios não recebiam informações sobre a origem das gravações, nem sobre como foram feitas. Apesar de alguns dos trechos terem conteúdo vulgar, segundo a Bloomberg, os funcionários não sabem para que o Facebook usava as transcrições.

A empresa — que acabou de receber uma multa histórica de US$ 5 bilhões de reguladores nos Estados Unidos por violações de privacidade — sempre negou que coletasse áudios de usuários de maneira não solicitada para direcionar publicidade. Em uma audiência no Congresso dos EUA no ano passado, o presidente da rede social, Mark Zuckerberg negou que a empresa acessasse o microfone das pessoas com esse fim.

Google, Apple e Microsoft admitiram recentemente que mantinham programas de audição e transcrição de áudios dos usuários.



Inicialmente, o Google defendeu a prática como um meio de melhorar os algoritmos responsáveis pelo assistente de voz. Depois, a empresa afirmou que suspenderia a prática por 3 meses. O caso foi revelado por uma TV da Holanda, que mostrou que a empresa fazia transcrições de áudios no país.

No caso da Apple, as informações foram reveladas também por uma reportagem, do jornal "The Guardian. Depois foram confirmadas pela companhia, que disse que suspenderia as transcrições.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Os negócios sujos de Paulo Guedes abafados por Moro e Dallagnol:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


1695 visitas - Fonte: g1

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians