logo

14/8/2019 13:12

Eduardo Bolsonaro é REPROVADO em seu primeiro teste como negociador

0 0 0 0

Há meses que o capitão Jair Bolsonaro fizera uma encomenda especial ao seu filho Eduardo, o Zero Três, deputado federal pelo PSL paulista e desde fevereiro presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara: era preciso apressar a aprovação do acordo entre o Brasil e os Estados Unidos para uso conjunto da base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão.



O acordo fora anunciado por Bolsonaro em sua primeira visita aos Estados Unidos depois de empossado na presidência da República. Os olhos azuis do presidente Donald Trump brilharam de satisfação ao saber que tudo fora resolvido. Retribuiu a notícia dada por Bolsonaro mimando seu filho Eduardo durante uma entrevista coletiva nos jardins da Casa Branca.



Indicado para embaixador do Brasil em Washington, cargo que exige do seu ocupante não só experiência como exímia habilidade para compor interesses contrários, Eduardo decepcionou o pai ao falhar no seu primeiro teste como negociador. Por mais que tenha se esforçado, não conseguiu que a comissão que preside aprovasse, ontem, o acordo prometido a Trump.

A votação do acordo foi empurrada para outra data por deputados de oposição e do chamado Centrão – esses, que ora apoiam o governo, ora não, e ora cobram caro para apoiar. O motivo alegado para o adiamento foi justamente o fato de que a nomeação de Eduardo para embaixador poderia contaminar a votação. O que isso quer dizer não se sabe. Contaminaria a favor ou contra?

Balela!

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Lula inocentado NOVAMENTE mas mídia faz malabarismo para esconder:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


4860 visitas - Fonte: VEJA

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians