logo

14/8/2019 13:22

Comissão da Câmara aprova proposta que proíbe nepotismo em indicação para embaixadas e ministérios

0 0 0 0

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (14), em rápida votação, proposta do deputado Roberto de Lucena (PODE-SP), com emenda de Kim Kataguiri (DEM-SP), que proíbe nepotismo na nomeação de parente de autoridade para os cargos de ministro de Estado e embaixador. Caso aprovado, projeto impossibilitaria indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada dos Estados Unidos. O nome de Eduardo ainda deverá ser analisado pelo Senado.



O Projeto de Lei 198/19 trata os casos de indicação de parentes para cargos públicos como ato de improbidade administrativa, cuja pena é detenção de três meses a um ano. No parecer, Kataguiri afirma que o nepotismo é uma “injustiça patente que demonstra profundo desprezo pela coisa pública e, por consequência, desrespeito ao pagador de impostos”. O texto, porém, deixou de fora as nomeações para cargos políticos, como os de ministro ou secretário estadual.



Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



Clique aqui para entrar em nosso grupo de Telegram

VÍDEO: Os negócios sujos de Paulo Guedes abafados por Moro e Dallagnol:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


9114 visitas - Fonte: ClickPolítica

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians