Ciclone traz chuvas, granizo e novos casos de leptospirose no RS

Portal Plantão Brasil
24/5/2024 17:05

Ciclone traz chuvas, granizo e novos casos de leptospirose no RS

0 0 0 0

310 visitas - Fonte: Plantão Brasil

Um ciclone no oceano está causando instabilidade no tempo em todo o Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (24). Segundo o boletim da Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente do RS, são esperadas mais chuvas volumosas, com "eventual queda de granizo" e rajadas de ventos vindos do sul e sudoeste que podem chegar a 70 km/h, "deixando o mar agitado e com risco de ressaca".

As chuvas desta sexta-feira, que atingem as regiões da Campanha, Sul, Costa Doce, Vales, Norte, Nordeste e região metropolitana de Porto Alegre, somadas ao cenário de alagamento da capital gaúcha na quinta-feira (23), indicam que a maior tragédia climática da história do estado ainda não terminou.

Com 63.918 pessoas em abrigos e outras 581.613 desalojadas, o Rio Grande do Sul confirmou mais dois óbitos por leptospirose. No total, são quatro desde o início das chuvas, em 27 de abril. As mortes de dois homens de 56 e 50 anos, residentes de Cachoeirinha e Porto Alegre, respectivamente, aconteceram no final de semana, mas a confirmação da causa só foi divulgada após testes do Laboratório Central do Estado (Lacen).

Outros quatro casos estão sendo investigados em Encantado, Sapucaia, Viamão e Tramandaí. A leptospirose é uma doença infecciosa transmitida na água ou lama pela urina de animais como ratos.

Porto Alegre viveu uma quinta-feira (23) com água transbordando dos bueiros devido ao risco de contaminação pelo contato com esgoto e água suja. Com o nível do Guaíba subindo e ruas antes usadas como rotas de passagem alagando pela primeira vez, o prefeito Sebastião Melo (MDB) realizou uma coletiva de imprensa, culpando o alto volume de chuva e a população por colocar lixo indevidamente na rua.

Na mesma tarde, um pedido de impeachment de Melo foi protocolado na Câmara de Vereadores.

Na madrugada desta sexta-feira (24), moradores do bairro Morro Toca dos Corvos, em Cruzeiro do Sul (RS), tiveram de ser evacuados de suas casas devido ao risco de deslizamento de terra. Um relatório do Grupo de Avaliação de Movimento de Massa do Rio Grande do Sul (Gamma) alertou a Defesa Civil, que orientou as famílias a saírem do local.

Localizado no Vale do Taquari, o município teve bairros inteiros destruídos pelas chuvas, com 12 dos 163 mortos da tragédia e sete das 65 pessoas ainda desaparecidas.

A previsão meteorológica indica que no sábado (25) uma massa de ar seco e de origem polar manterá o tempo estável com sol no estado. As chuvas, no entanto, podem retornar na terça-feira (28).

Com informações de Carta Capital

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians