logo

20/10/2019 11:01

TRF-4 decidem que esposa de Cunha ficará livre e manterá todo o dinheiro de suas contas na Suíça

0 0 0 0

A jornalista Cláudia Cruz, esposa do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (MDB), condenada na Lava Jato a 2 anos e meio por evasão de divisas, teve sua pena convertida em serviços comunitários. A decisão foi do Tribuna Regional Federal da 4ª Região.



Com isso, Cláudia não precisará usar tornozeleira eletrônica e também não precisará ficar em recolhimento domiciliar. De acordo com o advogado Pierpaolo Cruz Bottini, “o Tribunal apenas seguiu aquilo que é previsto em lei, garantindo a Cláudia o direito a uma pena menos severa quando a sanção é menor que quatro anos”.

Ela havia sido absolvida pelo então juiz Sérgio Moro, em julgamento de primeira instância. Porém, a 8ª Turma do TRF-4 a condenou. A jornalista era acusada por supostos gastos oriundos de propinas ao parlamentar.



Na avaliação dos desembargadores, não houve demonstração de que os valores na conta bancária secreta aberta em 2008, na Suíça, eram frutos de ilícitos perpetrados anteriormente e, por isso, determinaram a liberação do confisco do dinheiro.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Carluxo suspeito no assassinato de Marielle e Moro tenta salvá-lo:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


52113 visitas - Fonte: Brasil247

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians