logo

21/10/2019 14:21

Delegado Waldir entrega cargo e Eduardo Bolsonaro vira líder do PSL

0 0 0 0

Em nova reviravolta dentro do PSL, o Delegado Waldir (GO) decidiu entregar o cargo de líder do partido na Câmara. O deputado Eduardo Bolsonaro (SP) é o novo ocupante do posto.



A Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados confirmou nesta segunda-feira (21) o nome de Eduardo como novo líder do PSL na Casa. Segundo a secretaria, a ala bolsonarista do PSL conseguiu coletar 32 assinaturas em apoio de Eduardo. Desse total, três eram repetidas e uma não conferiu, o que significa que apenas 28 assinaturas foram consideradas válidas —eram necessárias pelo menos 27.

Apesar da confirmação, o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro não quis se proclamar o novo líder do partido na Câmara, antevendo uma “sucessão de listas”.



Eduardo também negou haver um acordo entre o presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, para que não fosse apresentada uma lista com o nome do filho de Bolsonaro como líder do partido na Câmara.

O deputado disse ainda não ter rancor do grupo de Bivar. “Aqui nós somos políticos. O político não faz o que ele quer, o político é a arte do possível”, afirmou.

“A gente está tentando colocar panos quentes desde ontem, sem falar nada em rede social, hoje participei da sessão da família. Pretendo continuar colocando adiante hoje o pacote anticrime do ministro Moro. Quem faz o julgamento são as pessoas. O deputado aqui presta satisfação a seus eleitores.”

Ele afirmou ainda desejar que o PSL volte a ser o partido do governo.



A confirmação pela secretaria ocorreu pouco depois de Waldir entregar o cargo. A desistência do deputado de ocupar o posto foi anunciada por meio de um vídeo gravado por ele na manhã desta segunda-feira e divulgado por sua assessoria de imprensa.

"Venho a público fazer um esclarecimento, o meu partido, o PSL, decidiu retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares e aceitamos democraticamente que foi feita por parlamentares. Já estarei à disposição do novo líder para de forma transparente passar para ele toda a liderança do PSL", disse o deputado.

Ao falar que as suspensões foram desfeitas, Waldir se refere à decisão tomada na semana passada pelo comando do partido.

Bivar anunciou a suspensão de cinco deputados ligados ao presidente —Carlos Jordy, Alê Silva, Bibo Nunes, Carla Zambelli e Filipe Barros. O objetivo da manobra era impedir que eles representassem a legenda em qualquer atividade na Câmara, incluindo a votação para líder da bancada.

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Carluxo suspeito no assassinato de Marielle e Moro tenta salvá-lo:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


687 visitas - Fonte: Uol

Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians