logo

7/12/2022 13:55

Ex-ministro Gilson Machado publica comunicado do exército como se fosse convocação de civis e CACs

0 0 0 0

6446 visitas - Fonte: UOL

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) têm divulgado um canal de comunicação do Exército como se fosse um alistamento de civis contra o resultado das eleições. Mensagens que circulam nas redes convidam a população a se cadastrar em uma lista de emails que os militares usam, na verdade, apenas para enviar um boletim semanal, voltado a reservistas.

O Exército criou a página "Reserva pró-ativa", em 2015, para receber inscrições de interessados em receber o informativo, chamado de "O Veterano". Mas políticos e influenciadores bolsonaristas estão promovendo o site como um "cadastramento para civis", incitando CACs [caçadores, atiradores esportivos e colecionadores] a se inscrever.

Aliados de Bolsonaro divulgaram ’convocação’. Uma das "convocações" foi feita pelo ex-ministro do Turismo Gilson Machado, nomeado por Bolsonaro no mês passado para um mandato de quatro anos na presidência da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo).

Na última segunda (5), Machado publicou no Twitter o link para a página do Exército e, em seguida, escreveu: "é um cadastramento pra civis que o exército abriu agora. A participação é voluntária, recomendaria a todos os CACs a preencher também". A grafia original da mensagem foi mantida.

Em nota, o Exército afirmou ter observado a circulação de "convocações equivocadas" ligadas à página Reserva Pró-Ativa, mas informou que elas não partiram da instituição. O texto esclarece que o cadastro serve exclusivamente para o envio do boletim informativo.

O UOL Notícias questionou à Embratur, que é presidida por Machado, qual foi a intenção dele ao publicar a mensagem. Em nota, a instituição declarou que a postagem foi feita pelo ex-ministro e que apenas ele, "como cidadão", pode falar sobre o conteúdo.

A reportagem também tentou contatar Machado, mas não obteve resposta. Se houver manifestação, o texto será atualizado.


05.dez.2022 - Gilson Machado, presidente da Embratur e ex-ministro do Turismo, publicou "cadastramento" do Exército- Imagem: Reprodução/Twitter

Bolsonaristas regiram à "convocação". Até as 22h de ontem, continuava disponível o tuíte de Machado com a divulgação da página do Exército. A publicação acumulava mais de 25 mil curtidas e 8 mil compartilhamentos. Na caixa de comentários, havia respostas como:

-"Tenho 58 anos e vou me inscrever. Tenho curso de primeiros socorros e atiro muito bem"
-"Inscrição confirmada! Se a minha Pátria precisar de mim, nem que seja, pra varrer o chão... lá estarei!"
-"Vamos defender nosso Brasil de todas as formas, democraticamente ou pegando em armas se necessário!"

O influenciador bolsonarista Luiz Galeazzo, conhecido nas redes como "Oi Luiz", publicou uma notícia falsa afirmando que o Exército teria aberto um "cadastramento para civis" e que o site havia saído do ar devido à "gigantesca procura".


Post de bolsonarista no Twitter, respondendo a convocação para "cadastramento" no Exército
Imagem: Reprodução/Twitter

Deputado sugere "efetivo mobilizável" de civis. O deputado federal reeleito General Girão Monteiro (PL-RN) afirmou, também no Twitter, que o Exército havia aberto um cadastramento "voluntário", para militares ou civis. "Contamos com os cidadãos de bem, treinados e dispostos a defender a Pátria", escreveu Girão, que convocou atiradores "a participarem dessa adesão".

A publicação teve o alcance multiplicado por nomes como o jornalista Rodrigo Constantino, da rádio Jovem Pan, que reproduziu a mensagem do deputado e teve mais de 11 mil compartilhamentos e 57 mil curtidas, até a noite de ontem.

Girão, no entanto, apagou o texto e publicou hoje um esclarecimento, reconhecendo que se enganou ao compartilhar o cadastro. Apesar do recuo, o deputado disse que vai propor ao Exército, de forma oficial, que atiradores civis façam parte de "um efetivo mobilizável para as Forças Armadas".

Temos convicção de que aqueles homens e mulheres que são atiradores cadastrados como CAC’s podem, sim, fazer parte de um efetivo mobilizável para as Forças Armadas. Afinal de contas, já são hábeis no manuseio da arma como instrumento de defesa"General Girão Monteiro (PL-RN), reeleito deputado federal



Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

VÍDEO: CPI DO CAPITÓLIO NOS EUA!! EDUARDO B0LSONARO NA MIRA:



Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians