Eletricitários protestam contra a incorporação de furnas pela Eletrobrás

Portal Plantão Brasil
18/9/2023 19:23

Eletricitários protestam contra a incorporação de furnas pela Eletrobrás

0 0 0 0

1025 visitas - Fonte: Plantão Brasil/ twitte

A Eletrobrás, em um anúncio recente, comunicou sua intenção de incorporar Furnas, sua maior subsidiária. Esta decisão faz parte de um plano para simplificar sua estrutura após a privatização. No entanto, a notícia não foi bem recebida pelos eletricitários do país.

O Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE) expressou sua oposição veemente à medida, descrevendo-a como um ataque à história e memória do Brasil. Eles veem isso como um apagamento da rica história de Furnas e sua contribuição significativa ao país.

Criada em 1957, Furnas foi estabelecida para abordar a crise energética do Brasil. Desde então, tornou-se uma parte vital da infraestrutura energética do país, com a Usina de Furnas sendo a primeira grande hidrelétrica do Brasil.

Os eletricitários alertam para os riscos potenciais desta incorporação, incluindo ameaças ao uso múltiplo da água do Lago de Furnas e possíveis alterações na Usina de Furnas.

Furnas tem uma presença significativa em 15 estados e no Distrito Federal, com uma capacidade de geração de mais de 18 GW. A empresa também tem se destacado em projetos inovadores, como a produção de hidrogênio verde.

O CNE está mobilizando forças contra a decisão da Eletrobrás, buscando apoio de parlamentares, movimentos populares e especialistas jurídicos. Eles estão determinados a lutar pela preservação de Furnas e sua rica história.

*Com informações do Brasil247*

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians