Trama golpista envolvendo agência do governo, a Apex, e pai de Mauro Cid vem à tona

Portal Plantão Brasil
2/4/2024 14:35

Trama golpista envolvendo agência do governo, a Apex, e pai de Mauro Cid vem à tona

0 0 0 0

242 visitas - Fonte: Plantão Brasil

No final de 2022, uma preocupante utilização da estrutura da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) em Miami veio à tona, envolvendo o general Mauro Cesar Lourena Cid e seu filho, o tenente-coronel Mauro Cid, em atividades que levantam suspeitas de articulações golpistas contra a democracia brasileira e a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nomeado por Jair Bolsonaro, com quem possui longa amizade desde a década de 1970, o general Cid teria utilizado sua posição na Apex para apoiar tais planos, conforme reportado pelo colunista Aguirre Talento, do UOL.
Durante sua gestão como chefe do escritório em Miami, registros indicam a presença do general Cid e de Michael Rinelli, funcionário da Apex, em acampamentos golpistas em Brasília. A viagem, que custou cerca de R$ 9.300 à agência, foi justificada como participação em um evento de confraternização, coincidindo com o período de intensas discussões sobre uma tentativa de golpe de Estado.
Ademais, o general está sob investigação por seu envolvimento na venda ilegal de joias recebidas por Bolsonaro, embora ainda não esteja diretamente implicado nas investigações sobre as articulações golpistas. Seu filho, o tenente-coronel Mauro Cid, enfrenta acusações semelhantes e foi preso após áudios sugerirem que ele poderia ter omitido informações em seu acordo de delação premiada com a Polícia Federal.
A Apex, embora funcione como entidade de direito privado, está sujeita à auditoria do Tribunal de Contas da União devido ao uso de recursos públicos, o que torna a conduta do general ainda mais reprovável. A tentativa de apagar registros digitais comprometedores, detalhada por um ex-funcionário demitido após a posse de Lula, Cristiano Laux, em uma carta enviada à cúpula da agência, revela a profundidade das ações antidemocráticas em questão.
Laux relata conversas nas quais o general expressava confiança em não haver posse de Lula e seu desejo de permanecer no cargo em Miami, além de tentativas de eliminar evidências digitais de articulações golpistas. Esse comportamento subverte os princípios democráticos e a legalidade, contrastando drasticamente com a postura do governo Lula, que se empenha na defesa da democracia e no fortalecimento das instituições brasileiras.

Veja o vídeo:


Com informações do DCM/UOL


Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians