logo

13/1/2020 09:20

Odebrecht pagou R$ 1,5 bilhão a executivos para que delatassem

0 0 0 0

5370 visitas - Fonte: Brasil247

Acordo corporativo com Brasil, Estados Unidos e Suíça, possível devido aos relatos dos seus executivos, ficou em R$ 3,83 bilhões, com parcelas anuais até 2040.



O grupo Odebrecht arcou com uma despesa de R$ 1,5 bilhão para convencer 77 executivos a se entregarem à Justiça para que a companhia pudesse negociar um acordo de leniência. Essa soma refere-se apenas aos gastos com as pessoas físicas. A informação foi obtida pelo Valor e confirmada por fontes com conhecimento do assunto.



Em média, cada executivo ganhou R$ 19,4 milhões, ou seja, quase uma megasena, para se tornar delator e a empreiteira pagou aos executivos porque isso era condição para fazer seu acordo de leniência com a União. A delação da Odebrecht foi usada, por exemplo, para condenar o ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia (SP).

Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias contra Bolsonaro e o fascismo.



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



VÍDEO: Bolsonaro SABIA do esquema de corrupção na SECOM, a guerra é pela COMUNICAÇÃO:



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians