Celso Amorim fala sobre cúpula de Kiev e sanções à Rússia: "Tiro no pé do Ocidente"

Portal Plantão Brasil
13/6/2024 15:05

Celso Amorim fala sobre cúpula de Kiev e sanções à Rússia: "Tiro no pé do Ocidente"

0 0 0 0

231 visitas - Fonte: Plantão Brasil

Em recente entrevista, Celso Amorim, assessor especial da Presidência da República, declarou que o Brasil não ampliará sua presença na cúpula de Kiev. Segundo Amorim, "a cúpula se baseia no plano de Zelensky para a paz", o que não justifica um maior envolvimento brasileiro. Ele também afirmou que as sanções impostas a Moscou foram um grande erro estratégico do Ocidente.

Questionado sobre a participação do Brasil na cúpula da Ucrânia, Amorim esclareceu que a embaixadora do Brasil na Suíça representará o país. Ele enfatizou que, apesar dos apelos por uma presença mais significativa, o Brasil não aumentará seu envolvimento por discordar do plano de paz de Zelensky. "O Brasil não fez nada para favorecer a Rússia, mas sim para favorecer a paz", declarou.

Amorim comentou ainda sobre o apoio ocidental à Ucrânia, afirmando que este não é suficiente para impedir o avanço russo. "O Ocidente vai continuar ajudando a Ucrânia, mas não na medida necessária para evitar um avanço russo, como de fato está ocorrendo", analisou.

Impacto das sanções contra Moscou

Amorim criticou duramente as sanções impostas à Rússia, descrevendo-as como "o maior tiro no pé que o Ocidente poderia dar". Segundo ele, essas sanções fortaleceram a autossuficiência russa em alimentos e contribuíram para a formação de um bloco entre China, Rússia e Índia. Diante das turbulências políticas globais, Amorim sugeriu que as democracias considerem formar algum tipo de coalizão. Ele destacou que o Brasil mantém duas posições: uma aliança com os sociais-democratas e outra com países em desenvolvimento, como os membros do BRICS.

Amorim também abordou a relação do Brasil com Israel, destacando que o problema não é com o país em si, mas com o governo do premiê Benjamin Netanyahu. Após o redirecionamento do embaixador Frederico Meyer, Amorim não acredita que o Brasil enviará um novo embaixador a Israel tão cedo. "Foi um desejo proposital de humilhar o Brasil", afirmou.

Na visão do ex-chanceler, a atual situação em Israel é preocupante tanto para os palestinos quanto para os israelenses, devido à quebra dos padrões diplomáticos e à postura agressiva do governo Netanyahu.

Com informações do Brasil 247

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians