Reflexo da insegurança pública, onda de violência transforma Copacabana em praça de guerra

Portal Plantão Brasil
6/12/2023 16:08

Reflexo da insegurança pública, onda de violência transforma Copacabana em praça de guerra

0 0 0 0

420 visitas - Fonte: Plantão Brasil

Em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, moradores, frustrados com a insegurança e a violência, formaram grupos para combater, de maneira equivocada, a criminalidade local. Essa ação reflete a falha das políticas de segurança do governador Cláudio Castro, adepto do bolsonarismo, que deixou os cidadãos desamparados e levou a medidas extremas.

A Polícia Civil iniciou diligências para identificar e esclarecer os fatos. Os incidentes que desencadearam essa reação incluem o ataque ao empresário Marcelo Rubim Benchimol, que tentou defender uma mulher de um assalto, e o assassinato de Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, fã de Taylor Swift. Esses casos ilustram o clima de insegurança e de terror que o Rio de Janeiro vem sofrendo.

Nas redes sociais, moradores expressam seu descontentamento e incentivam a "justiça com as próprias mãos", uma consequência direta da sensação de abandono e desproteção causada pela gestão de segurança falha do governador bolsonarista.

Um morador de Copacabana propôs a criação de um grupo de WhatsApp para organizar ações contra a criminalidade, enquanto o professor de jiu-jítsu Fernando Pinduka convocou lutadores e academias para uma "limpeza" no bairro. Essas postagens refletem a desesperança e o desespero da população, que se sentiu negligenciada pelo poder público na cidade.

A Polícia Militar, atuando nas ruas, afirmou que prenderá qualquer envolvido em crimes. A ver...

*Com informações da Folha de SP

Plantão Brasil foi criado e idealizado por THIAGO DOS REIS. Apoie-nos (e contacte-nos) via PIX: apoie@plantaobrasil.net



APOIE O PLANTÃO BRASIL - Clique aqui!

Se você quer ajudar na luta contra Bolsonaro e a direita fascista, inscreva-se no canal do Plantão Brasil no YouTube.



O Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.


Últimas notícias

Notícias do Flamengo Notícias do Corinthians